Sempre - Maggie Stiefvater

É muito feio começar uma resenha chorando? É muito feio se despedir de uma história que amamos através de um post no blog que era pra ser uma resenha?



"Quando nos beijamos, não importava o fato de eu ter sido loba horas antes, ou o que voltaria a ser. Não importava que mil problemas nos tomariam quando deixássemos aquele lugar. Só uma coisa importava: nossos narizes se tocando, a maciez dos lábios dele, o desejo dentro de mim."

Em Espera, temos Grace falando que nunca imaginou que houvessem tantas formas de dizer adeus e esta foi a frase que ficou na minha cabeça durante toda a leitura.
Minha história favorita já tem um ponto final. Vocês não têm noção o quanto isso é triste.

E, devido às emoções afloradas, vocês podem encontrar alguns spoilers dos dois primeiros livros.

Depois do agonizante final de Espera, Grace agora está instável: ora loba, ora humana. E Sam cada vez mais inquieto, preocupado em proteger Grace e por tê-la por perto. A preocupação de Sam não é somente por Grace não estar acostumada à vida de loba, não ser muito habituada aos perigos da floresta, sua preocupação tem um fundamento muito mais palpável: Tom Culpeper, pai de Isabel, está decidido a exterminar os lobos de Mercy Falls - e está cada vez mais próximo do feito, agora que uma garota foi morta por lobos *crying*.

Isabel e Cole, Cole e Isabel... Eles estão tão eles neste livro que nem sei direito como descrever esta "relação". Crise, atração, fogo, carência, frieza, amor... Vários sentimentos misturados e muito bagunçados.

Se em Espera, o quarteto já estava próximo, em Sempre, eles se tornam uma família: cada um com sua atividade (Cole em busca da cura, Grace à merce da temperatura, Sam em busca de Grace), mas todos em busca do mesmo objetivo: salvar os lobos de Mercy Falls.
O sentimento com relação a Tom Culpeper fica muito confuso, afinal, ele é pai de Isabel, mas ao mesmo tempo, quer matar a matilha. E, quem acompanha a série, sabe quem faz parte da matilha(Becky).

Eu não conseguia entender como alguém podia ser Deus e o diabo ao mesmo tempo. Como a mesma pessoa podia destrui-lo e salvá-lo

Só sei descrever este livro falando de sensações. Não sei dizer sobre sua estrutura, sobre coisas concretas. Calafrio é frio na barriga mesmo, Espera é uma agonia e em Sempre é uma mistura de tudo de bom e ruim. Sempre é agressivo sem bater, é medonho sem arrepiar, é como um romance sem beijos (metáfora, ok? Tem muitos beijos).

Quando abri os olhos, com as mãos em cima das de Sam, havia centenas de sombras abaixo de nós. Todas elas eram Sam ou eu, mas era impossível saber qual era qual.

Cole mantém todo seu desdém, ironia, encanto e tudo de muito bom ao contrário. Isabel continua fútil, seca, insegura - e continua com sua simpatia. Sam é como uma linda chuva - a beleza na tragédia, a poesia no luto. Grace continua otimista, mas muito realista. Sim, é tudo muito contraditório, mas assim é Os Lobos de MercyFalls: uma infeliz felicidade.

Esta série me marcou de uma forma que mal sei explicar. A todo momento, me vem alguma coisa dela, ela simplesmente não sai da minha cabeça. Sim, é meu romance favorito. Sim, Maggie fez mágica. Basta abrir seus livros que começa a nevar em minha volta. E isso me marcou muito também: este livro é todo neve. Leiam, vocês vão me entender.

Dêem uma chance para esta trilogia - ela é puro encanto! Eu chorei de tristeza pelos acontecimentos (odeio lidar com mortes importantes), chorei por esta palavra: "- Bipe", chorei porque acabou. É muito estranho não ter a sensação de esperar pelo próximo volume. E, claro, chorei com a nota da autora no final. Assim como Maggie, também vivi em Mercy Falls e estou me despedindo.

Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Oi, Ceile!

    Acabei de ler a notícia na Saraiva Conteúdo, que aparece você!
    Adorei! Parabéns!!!

    Não sei se você já viu ou ainda não... de qualquer forma, está aqui:
    http://www.saraivaconteudo.com.br/Materias/Post/46596

    Beijos!!
    Karen Soarele
    autora de Línguas de Fogo - www.karensoarele.com.br

    ResponderExcluir
  2. Li sua resenha por cima porque ainda não li o segundo livro.
    Acho que até leria mas a falta de tempo me desencoraja. Também tem o fato de as capas do primeiro livro ser em padrão diferente. Odeio isso :/

    Que tal dar uma passadinha no meu blog?

    Beijinhos,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Na verdade essa série nunca me chamou a atenção, não sei o porque. :O
    Mas pela sua resenha percebi que há elementos interessantes nesse livro, até acho que vou mudar meus pensamentos :D
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Toda vez que vejo alguém falando dessa série fico ansiosa pra ler, os livros estão na minha listinha de desejados desde o ano passado eu acho rs.

    ResponderExcluir
  5. Nossa também odeio finais de livros ainda mais quando não tem mais uma sequencia.
    Ja me falaram muito bem dessa série minha colega é viciada por ela.
    Eu não gosto muito de histórias de lobo, mas vou colocar na minha lista quem sabe lendo o primeiro começo a me apaixonar igual aconteceu com os anjos rsrs.

    Beijos

    Samantha - Coração Com Tinta
    Facebook: http://www.facebook.com/BlogCoracaoComTinta

    ResponderExcluir
  6. OOOOOWN *abraça*
    Não tem como falar dessa trilogia sem se emocionar, juro que tentei escrever uma resenha mais técnica, mas como a sua, só saiu minhas emoções. Quando eu estava lendo, me deparei com um "Te vejo do outro lado!", quase morro de tanto chorar e xingar esse fdp louco que tanto amo HAHAHAHAHA É muito amor e sofrimento, mas é tudo lindo e bem escrito. Também é minha série favorita de romance <3 Espero que os outros livros da Maggie sejam do mesmo nível que Os Lobos de Mercy Falls.

    x thanny
    whosthanny.com

    ResponderExcluir
  7. Adoro essa trilogia, é uma das poucas que falam de lobos que eu realmente acompanho!

    ResponderExcluir
  8. Oii tem selinho para você la no blog.
    Corre la e pegue o seu.


    Beijinhos


    Samantha - Coração Com Tinta
    Visite Nossa Página no Facebook

    ResponderExcluir
  9. [Suspiros e mais suspiros]. Essa é uma trilogia que me arrebatou desde o primeiro livro com seu romance, sua história. Ainda não li o último livro, mas sei q também ficarei morrendo de saudades com o final dessa trama inesquecível...

    ResponderExcluir
  10. Ceile, sua resenha está super linda e bem nostálgica ;_; Amei, amei, amei!!! Confesso que nunca me interessei pela série a começar pelas capas e continuando no tema... mas sua resenha colocou a trilogia de vez na minha lista de desejados ;)

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum dos livros da trilogia, mas só leio resenhas positivas sobre ela. Gostei bastante da história, e acho que ela pode me cativar. Mas o que me incomodou bastante foram as capas escolhidas, muito simples, sem atrativo nenhum, sem sal nem açúcar. Mas me parece que o conteúdo supriu e muito esse "probleminha".

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. Achei a capa do livro linda! quero ler ele!

    ResponderExcluir
  13. UAu, não sabia ainda desse livro. Mas ele parece ser super intenso. Adorei!!!!

    Trilogia!

    ResponderExcluir
  14. A resenha esta otima \o/
    Jah lih varias resenhas deste livro e dos outros que segue esta saga e fiquei doida para ler-los!!
    Amei como a historia se desenvolve e amei tambem todas as capas do livro \o/

    ResponderExcluir
  15. Adorei a capa, e eu gostei da história, é diferente do que já tem. Já coloquei em minha lista de desejados =)

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.