A Garota de Papel - Guillaume Musso


Pode parecer uma história boba e sem sentido, mas é uma leitura completamente viciante e surpreendente.

Tom Boyd é um escritor que está no auge do sucesso. Seus dois primeiros livros da "Trilogia dos anjos" estão entre os mais vendidos, com seus direitos autorais já vendidos para o cinema. Porém, quando tudo na sua vida ia maravilhosamente bem, sua namorada, Aurore, termina o relacionamento dos dois, deixando Tom desesperado. Sem seu grande amor, ele perde a vontade de escrever e cai em uma depressão profunda. Ele passa a tomar antidepressivos sem controle, começa a beber exageradamente, afundando cada vez mais.

Quando seu amigo Milo conta que todo o seu dinheiro acabou, e que ele tem que voltar a escrever urgentemente, Tom se vê realmente no fundo do poço. Sem seu grande amor, sem inspiração para escrever, e agora falido, ele não vê motivos para continuar vivendo. Nada mais para ele faz sentido. Até que no meio da noite, aparece em sua casa Billie, uma moça que diz ser personagem de seus livros, que caiu de uma edição com defeito. Ela diz que se ele não voltar a escrever, ela desaparecerá. Tom acha aquilo uma loucura, e Billie tenta o convencer do contrário, mostrar para ele que ela é real e que precisa de sua ajuda para voltar ao seu mundo, e não desaparecer. Ele sabe que aquilo só pode ser um delírio. Ele não pode voltar a escrever assim de um hora pra outra, ele já perdeu a inspiração, a vontade, o jeito... E aquela garota não pode ser a Billie, personagem de seus livros... Ou pode?

Confuso com os últimos acontecimentos de sua vida, Tom confronta Billie para tentar descobrir se ela realmente caiu de seu livro, ou se é alguma maluca que se acha ser personagem da sua trilogia de sucesso. Tom pega então um arquivo que ele tinha com informações de Billie, de como ele construiu a personagem, coisas que apenas ele poderia saber, já que foi ele quem criou-a. Ou melhor, só ele e Billie poderiam saber. Ele começa então a  fazer várias perguntas, e ela responde todas corretamente, deixando Tom ainda mais confuso. Como ela poderia saber de tanta coisa relacionada a sua personagem? Billie tenta provar de todas formas que ela realmente é a Billie dos livros, a Billie que Tom criou, e propõe para ele um trato. Já que para ela precisa que Tom volte a escrever para que ela possa voltar aos livros, e não desaparecer, ela resolve o ajudar a ter seu grande amor de volta, para que assim, ele recupere a inspiração. Tom já havia tentado voltar com Aurore antes de muitas maneiras, e sabe que ela não vai voltar pra ele, e então, sem saber o que fazer com Billie, ele resolve pedir ajuda para seus amigos Milo e Carole. Ele sabe que isso só pode ser uma grande loucura, que ela deve estar louca também. Porém, quando seus amigos chegam, Billie some, e eles não acreditam na história de Tom. Ao verem o amigo desnorteado e confuso, eles resolvem o levar à um hospital psiquiátrico.

Quanto Tom percebe que caiu em uma armadilha dos amigos, ele resolve fugir. Ele não está louco. Ele não precisa de tratamento. E então milagrosamente Billie aparece no hospital e ajuda Tom na fuga. Ele fica confuso ao vê-la, pois não acreditou nela, e não sabe o porque ela está querendo ajudá-lo. Ela por sua vez, continua tentando faze-lo acreditar de que ela precisa realmente na ajuda dele, precisa que ele volte a escrever para que ela não desapareça. Sabendo que não pode mais contar com seus amigos, já que eles o acham um louco, Tom dá um voto de confiança para Billie, e parte com ela em uma aventura atrás de Aurore, para recuperar o amor de sua vida, e tentar fazer Billie voltar a seu mundo.

O livro todo é uma grande aventura. No meio da missão de fazer Tom e Aurore voltarem a ficar juntos, Billie começa a passar mal, fazendo Tom finalmente acreditar que ela está desaparecendo, que ela precisa que ele volte a escrever. E nisso, ficamos de frente com um escritor no auge do sucesso lutando contra um bloqueio criativo. Eu particularmente achei incrível essa visão que o livro trás do autor, de como ele faz para construir uma história, personagens, enredo. De como as coisas funcionam por trás das páginas que nós lemos. E foi isso que me deixou completamente maravilhada com a história. O livro todos nós não apenas torcemos para Billie se salvar e ficar bem, mas também torcemos para Tom vencer e finalmente lançar seu terceiro livro. E acho que todo mundo que gosta realmente de ler, sabe o que é essa expectativa de ver um livro finalmente sair. E além de toda essa emoção de salvar Billie, escrever o livro, o final da história é surpreendente.

A leitura é super gostosa. Leve, divertida, e a diagramação do livro ficou incrível. Pra quem gosta de uma boa aventura, pra quem gosta de um bom livro, pra quem gosta de saber um pouco sobre a vida de um escritor de sucesso, esse livro com certeza vai agradar, e muito.
Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. Nossa, eu NUNCA imaginaria algo do tipo... Jurava que era a história de uma menina que vivia no mundo dos livros e esquecia da realidade o_O

    Nossa, isso tudo deve ser incrível mesmo, agora estou bem curiosa :B

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol,

    Já ouvi falar do livro, mas pela sua resenha fiquei com mais desejo de conhecer mais e quem sabe, ler o livro!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Parece uma historia bem legal ^^

    ResponderExcluir
  4. Fiqueei mto curiosa pra ler! Mais um livro pra minha listinha que não acaba nunca! rsrsr!

    ResponderExcluir
  5. Ainda quero ler esse livro!
    Beijinhos
    Rízia - Livroterapias
    livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante, nunca tinha visto nada parecido, realmente essa história é nova pra mim, parece realmente envolvente. Acho que vu estranhar um pouco o fato de a personagem ganhar vida, juro que no início da resenha antecipava que Tom fosse louco, e que Billie fosse ocorrência de algum distúrbio.
    Valeu pela dica de leitura, gostei da capa também, mesmo ela não tendo nada demais.

    ResponderExcluir
  7. Tô muito a fim de ler esse livro desde que vi a capa e li a sinopse. Essa coisa de ler sobre um autor tentando ultrapassar um bloqueio criativo é o que mais me anima a querer ler. Quem bom saber que é uma leitura que vale a pena mesmo =]
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Uma trama inusitada. Fiquei curiosa, ;)

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, mas gostei da história. Me parece aquelas tramas de filmes tipo Sessão da Tarde. Se tiver oportunidade, lerei, sim!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Autor nova pra mim. gostei da criatividade dele com o tema do livro. Coloquei na minha lista, curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  11. Carol, tinha visto esse livro na livraria um dia desses, fiquei curiosa e dei uma lida. Gostei do que li!! Aí depois que vi que tem um filme com a premissa parecida que se chama Ruby Sparks, já viu?
    bjs

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.