O Que Não Diz a Lenda - Christine M.


Termino mais um livro da Christine M. e algo me assombra novamente: como pode existir algo melhor do que isso?

E se todas estas catástrofes que julgamos naturais fossem provocadas por uma grande potência a fim de repreender países contrários aos interesses dela? No início, eram boatos e especulações, até que a China e a Rússia começaram a investir em pesquisas e instalaram antenas a centenas de metros em direção ao centro da Terra. Pequenas cidades foram devastadas - tsunamis, terremotos, tufões. Não eram fatos aleatórios, eram testes dessa nova arma geofísica. Até que um dia, o imperador Chinês se pronunciou e elencou todos os desastres de autoria americana - era o início da Terceira Guerra Mundial. O caos só teve fim quando a Rússia ameaçou se juntar à China - o que forçou os Estados Unidos a propor um acordo e assim o mundo ficou dividido entre os três países em regime de ditadura. A repressão e a miséria eram a forma de manter o poder absoluto nas mãos dos militares governantes. As estações de antenas são protegidas por um campo magnético desde que a guerrilha destruiu uma parte delas.
"Desde então, há a guerra entre as três nações mais poderosas, a guerra da resistência contra os ditadores e a guerra da população, que luta para sobreviver."
Alice nasceu quando a divisão já estava estabelecida e, por ser filha de um militar americano, foi enviada para o Brasil ainda criança junto com seu irmão Henry, com novas identidades para viver com a família Martins em uma fazenda. Hoje, adulta e formada, ela trabalha na U.M.T.A. (Unidade Militar de Terapia Alternativa), onde dá aula de Artes para militares que estão "presos dentro de si" (provavelmente traumatizados pela guerra). Está prestes a se casar com o Coronel Hawk e sabe exatamente como será sua vida: dias no atelier, noites com seu esposo pouco afetuoso. Porém, toda esta vida regrada e previsível está prestes a se tornar um caos - ou, como a própria Alice constatou, a situação ficará clara e ela vai, finalmente, enxergar a verdade e tirar a névoa que paira sob seus olhos e pensamentos. Ela está mais envolvida com a guerrilha do que poderia imaginar.
"Quem dera a vida fosse feita de fotografias, porque jamais gravamos o que nos entristece, nos constrange ou machuca. Quem dera a vida não fosse exatamente o que não expomos nos álbuns de recordações."
Cara, como é difícil conseguir fazer uma sinopse de uma história que tanto tem para contar. Isso tudo que eu contei, não é metade do que temos até o capítulo V - e olha que O Que Não Diz a Lenda tem XXVI! 

Como sempre, estou embasbacada com o poder de escrita da Christine M. Ela poderia tornar desastroso o simples fato de um copo caindo no chão - e poderia escrever um livro sobre isso que deixaria muitos leitores satisfeitos e encantados com suas palavras. Acontece que ela vai além. Ela cria uma história complexa, comovente e dolorida. Nunca poderia imaginar que uma mulher que pode me fazer chorar com uma história de amor tão intensa, pudesse me prender tanto nas páginas de uma distopia. E, se você acha que é uma história superficial, pode se desfazer das incertezas e acredite: esta história é muito bem desenvolvida - todos os pontos são ligados, todos os personagens têm alguma função no enredo e tudo, mas tudo mesmo, faz sentido.

Esse é o tipo de livro que eu não gostaria que acabasse. Senti raiva, afeto, fiquei com medo e tive esperanças - tudo isso graças à Alice, a protagonista, que compartilha todos os seus sentimentos tornando-os quase palpáveis. Alice é guerreira e sensível - diria que ela é desta nova leva de mocinhas que não se escondem atrás de um príncipe ou embaixo de um cobertor. Ela, tão pequena, diante de um mundo tão grandioso, se torna a esperança de liberdade de um povo que vive em buracos - se escondendo ou traçando novas estratégias de ataque ao governo. 
"- Acho que eles amam as possibilidades. É fácil amar o que a pessoa é capaz de vir a ser, a parte difícil é se contentar com o que ela é, como o que ela consegue ser naquele momento.
- E você não teme decepcioná-los?
- O tempo todo.
E esse era o maior de todos os medos que eu carregava."
Em meio a tanta guerra, violência, miséria, mortes (e tantos contrastes), há também espaço para o romance - novamente um romance sensível que só a Chris consegue desenvolver. Aliás, sensibilidade é uma das armas da autora: ela escolhe, cuidadosamente, as palavras que formarão não só a frase, mas também a sensação de que o leitor está dentro da história. 
"Se boas lembranças eram necessárias para suportar períodos difíceis, estava certa de que não precisaria mais de um estoque, aquela única cena seria capaz de me salvar de muitos dias sombrios."
E assim são os livros da Christine M: eles te abraçam - ora te acarinham, ora te apertam, mas sempre vão te trazer a garantia de uma ótima história.

P.S: o livro é vendido na lojinha da editora e está por R$ 26 com frete grátis (eu juro que não ganho comissão nem nada, mas esse á aquele tipo de livro que quero que muitas pessoas leiam). Eu comprei o meu ainda na pré-venda junto com 10 Canções de Amor que vocês podem ler a resenha aqui.

Sorteio
Em parceria com o Hooked for Books e a autora Christine M, vamos sortear um exemplar de O Que Não Diz a Lenda + Sob a Luz dos Seus Olhos.
Basta preencher o Rafflecopter e boa sorte!

a Rafflecopter giveaway
Comentários
50 Comentários

50 comentários:

  1. Parabéns pela resenha! Quero muito ler este livro!!

    Gostei bastante da ideia do livro, pois deve ser bem complexo e gosto bastante de guerra e violência -sqn

    ResponderExcluir
  2. Oie, simplesmente sem palavras, fiquei mega curiosa para ler esse livro. Não conhecia o livro e fiquei muito surpresa com todo o enredo !!
    Beijos
    Raíssa Lis
    Flor de Lis - http://florderaissalis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ceile, eu já li Sob a Luz dos Seus Olhos e adorei. Desde o dia em que terminei a leitura daquele livro, disse que leria qualquer coisa que a Chris escrevesse. E isso é verdade!
    Você não sabe como a minha mão está coçando pra comprar esse livro, mas, infelizmente, com essa viagem pra NY não posso gastar um real no cartão de crédito, mas depois dessa resenha, pode ter certeza que entrou na lista de prioridades como número um. Deixe eu voltar de viagem pra você ver.
    Eu já imagino que essa sinopse fale mesmo pouco sobre o livro, até porque, como li um livro dela, sei que em cada capítulo ela inventa algo diferente para dar aquela reviravolta no livro e nos deixar sem fôlego e sem conseguir colocar o livro de lado.
    Amei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro ainda e estou meio que WOW, UMA DISTOPIA BRASILEIRA?!?! É UM MUST READ! Não consigo nem imaginar como o livro é porque pelo que você contou, a história parece ser tão ampla que não poderia ser explicada numa resenha.
    E por falar nisso... Ótima resenha!

    http://http://nasquartasusamosrosa.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Achei a proposta do livro e da autora diferentes e totalmente interessante. Fiquei bastante curioso quanto ao desenrolar da história, e me parece uma ótima distopia, ainda mais quando se trata de um assunto pouco explorado, porque livros distópicos costumam ser: catástrofes aconteceu, e agora um novo país surgiu das cinzas. Já este livro não é assim, ele mostra uma distopia mais realista - não que THG seja realista - mas, vocês me entenderam, néh, kk?
    Se houver oportunidade, irei ler este livro com certeza, parece ser uma ótima leitura!

    ResponderExcluir
  6. Uma leva de distopias inundaram o marcado editorial ultimamente e é difícil conseguir variar na história, mas ao que me parece a autora Christine conseguiu, em meio a uma distopia consegue trazer um romance bem estruturado e uma história da qual não da pra duvidar, espero realmente poder ler esse livro em breve!

    ResponderExcluir
  7. Eu quero por demais ler esse livro !

    ResponderExcluir
  8. Não tava dando nada para o livro, até que me deparo com: "Quem dera a vida fosse feita de fotografias, porque jamais gravamos o que nos entristece, nos constrange ou machuca. Quem dera a vida não fosse exatamente o que não expomos nos álbuns de recordações."
    Pronto, agora eu quero muito ler.

    ResponderExcluir
  9. Acho que no meio de qualquer catástrofe sempre á espaço pra um romance e aparentemente a autora conseguiu fazer isso, ansiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  10. Vou confesar que: não li a resenha por pura preguiça. Mas, apesar de você gostar de Maldição do Tigre, eu confio no seu gosto literário, Ceile, e já ouvi você falar tão bem dessa autora que tenho interesse em ler. Tomara que eu ganhe :( Nunca ganho essas coisas.

    ResponderExcluir
  11. amei a resenha *u* me deixou com uma louca vontade de ler!

    ResponderExcluir
  12. Lendo sua resenha, nao pude deixar de pensar na linha histórica de filmes americanos sobre guerra e a mensagem subliminar introduzida neles.
    Já reparou que sempre o vilão é europeu ou asiatico? EUA sempre fortalecendo a rivalidade entre oriente e ocidente. Mas admito que sempre rende boas historias

    Abraços

    Baiana Literal
    tharcilalima.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Depois dessa resenhassa, quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir
  14. Parece ser o um livro complexo mesmo,até porque é um tema difícil de escraver. Amei a resenha, amei a capa e quero o livro pra mim :D

    ResponderExcluir
  15. Sou fã de distopias, e quase pirei (exagero meu. Rsrsrs) aqui. Achei essa história me parece ser bem legal, e real também. Não é segredo que, infelizmente estamos às portas de mais uma Grande Guerra.
    Fiquei muito curioso pra ler esse livro.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho so um livro da autora, comecei a ler, dei uma olhadinha no final e nao me atraiu em nadinha…
    Esse eu to curiosa pq nao sabia que tinha autor nacional que escreve distopias, mesmo eu nao sendo fã do genero. Mesmo assim o enredo me agradou, so nao entendi essa capa…
    Acho o preço salgado mesmo com frete gratis, entao vou tentar a sorte.
    Bj

    ResponderExcluir
  17. Estou louca para ler esse livro, é um dos meus desejados, a estória parece ser bem interessante, quando eu leio as resenha me dá mais vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  18. Já li os dois primeiros livros,e olha me orgulho muito de termos aqui uma escritora tão especial e talentosa e sua resenha foi perfeita ,parabéns! quero esse livro rsrsrrsrs

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li os livros, depois da sua resenha ansiosa! Ótima resenha! Parabéns!

    ResponderExcluir
  20. Quero ler, muito!!!

    ResponderExcluir
  21. Adoro livros com essa temática, e este me interessou bastante. Sinto o mesmo que você em relação aos personagens, afinal, estes conseguem mexer conosco haha

    ResponderExcluir
  22. O livro parece ser espetacular, ainda náo conheço a autora, já está na minha lista do próximo mês. Parabéns pelo blog, gosto muito, ja está nos meus favoritos. abraço

    ResponderExcluir
  23. X
    PARTICIPANDO
    ellianeramos.blogspot.com.br/
    ellianeramos@hotmail.com
    X

    ResponderExcluir
  24. Participando !' DOida pra ler esse livro !'

    ResponderExcluir
  25. Amei a resenha, muito bem explicativa. Participando da promoção :)

    ResponderExcluir
  26. Rosângela Andréia23 de abr de 2013 11:17:00

    Nossa!Eu fiquei arrepiada ao ler essa resenha. Sério. Adorei demais a temática! O uso das catástrofes que levam a uma guerra, as ditaduras que surgem com ela e o aparecimento dos rebeldes! E a Alice parece ser uma personagem super interessante, do tipo forte e destemido! <3
    Aliás, já tinha ouvido falar da escrita incrível da Christine em "Sob a luz dos seus olhos" (que infelizmente ainda não li :[), mas parece que neste livro aí ela surpreende ainda mais, né! Fiquei super curiosa! :)

    ResponderExcluir
  27. Umas das melhores resenhas que já li, eu muito ansiosa para ler esse livro.

    ResponderExcluir
  28. Muito ansiosa, quero muito esse livro! ^^

    ResponderExcluir
  29. Muiito ansiosa p. ganhar esse livro, amei a resenha e só fez me animar ainda mais com o livro! Quero muuito ler!

    ResponderExcluir
  30. Muito boa a resenha, me deixou com muita vontade de ler !

    ResponderExcluir
  31. Muito boa a resenha :3
    Espero ganhar esse sorteio ehehe (:

    ResponderExcluir
  32. Parabéns pela resenha! Quero muito ler este livro!! Eu espero Ganhar !

    ResponderExcluir
  33. O blog está de parabéns por essa resenha. Quero muito este livro, torcendo pra ganhar o sorteio !!

    ResponderExcluir
  34. A resenha me deixou mais curioso para ler o livro e desvendar os mistérios que o mesmo trás, espero ganhar o livro.

    ResponderExcluir
  35. Incrível como algumas pessoas têm mesmo o dom da escrita, não é? Ainda não tive o prazer de ler nenhum livro da Christine e, sinceramente, não sei como! Esta não é a 1ª resenha sobre esse livro que fala tão bem. Quer dizer que não divide opiniões. Deve ser muito bom mesmo! Espero conhecer esse brilhantismo logo!
    Ah, sua resenha está encantadora! Adoro qd o blogueiro elogia um autor e seu livro, pois significa que eles são parte de um todo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  36. Sei lá se isso aí já não é tudo meio verdade...

    ResponderExcluir
  37. Esse livro realmente chamou minha atenção, parece ser realmente interessante! Sou grande fã da autora, estou super ansiosa para ler essa obra! Adorei sua resenha.

    Beijos

    Bia - @escrevendomundo

    ResponderExcluir
  38. Adoro livros assim, tô louca pra ler ele, fiquei muito curiosa pra saber como a história se desenrola ! Não conhecia ele antes, conheci hoje e já tô morrendo de vontade de ter ele D: Parabéns pela resenha !

    ResponderExcluir
  39. Nooooooooooossa, eu não sabia que esse livro contava essa historia! Uma historia que eu sempre quis saber, sempre mesmo! Sempre falei para todos que existia isso e isso existe mesmo, acredito muito nisso e essa 3º GM virá a tona viu, pode esperar, no caso os EUA é causador de tudo. Mas só para finalizar, estou muuuuito animado agora que sei que existe um livro assim, serio, feliz demais, queria mt mt mt mt ganhar mesmo para poder saber tudo e ver como existem todas as teorias. D:

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.