Liberta-me - Tahereh Mafi

Empolgante, surpreendente e de uma narrativa tão meiga quanto fantástica.

Pode conter spoilers do primeiro livro - Estilhaça-me - nos dois primeiros parágrafos.

Se no final de “Estilhaça-me” Juliette estava animada com o Ponto Ômega, agora nem tanto. Sim, as pessoas devem ser legais, Castle é atencioso e agora ela está segura. Porém algumas coisas ainda não mudaram. Como os olhares enviesados, os cochichos quando ela passa, a preocupação e o medo de se aproximarem... São raras as exceções e Juliette não está tão feliz com isso. Depois é o seu treinamento que não está progredindo em nada, principalmente porque Juliette se recusa a aceitar seus poderes. Como fazer isso se tudo o que ela faz é matar com a própria pele?

“Duas semanas desabaram na beira da estrada, abandonadas, já esquecidas. Há duas semanas estou aqui e, em duas semanas, instalei-me em uma cama de cascas de ovo, imaginando quando alguma coisa vai quebrar, quando eu serei a primeira a quebrá-la, imaginando quando tudo vai desmoronar. Com duas semanas, eu devia estar mais feliz, mais saudável, dormindo melhor e mais tranquila neste espaço seguro. Em vez disso, fico preocupada com o que vai acontecer quando se eu não conseguir acertar, se eu não descobrir como treinar da forma certa, se eu machucar alguém de propósito por acidente.“

Porém a heroína não é a única a enfrentar desafios. Adam também está descobrindo seus poderes, e quando é exposto ao leitor sua verdadeira natureza... Digamos que Juliette tem um bom motivo para ficar triste e odiar sua pele amaldiçoada. É como se eles tivessem voltado a estaca zero, e as esperanças parecem novamente perdidas. E quando acham que nada mais podia piorar um sequestro faz o Ponto Ômega entrar num estado delicado e Juliette descobrir que ela está numa situação pior ainda. Com Warner sendo o ponto central dessa trama.

Assim como em Estilhaça-me, esse livro me deixou louca de curiosidade e num suspense daqueles! Caramba, a trama é simplesmente fabulosa e é difícil largar o livro. E mesmo para quem detesta triângulos amorosos (como eu) vai adorar esse: a mocinha sendo disputada pelo herói e pelo vilão. E isso com acontecimentos, mudanças e revelações que vai colocar Juliette naquela corda bamba... Eu já tenho o meu preferido, e sei que o coração de Juliette balança muito para um lado só. Porém e se o que ela sabe sobre Warner for virado de cabeça para baixo? E se eles tiverem mais em comum do que ela imagina?

“Sinônimos se conhecem como velhos colegas, como um grupo de amigos que viu o mundo juntos. Eles trocam histórias, lembranças sobre suas origens e esquecem que, embora sejam parecidos, são completamente diferentes e, embora compartilhem certas características, um nunca poderá ser o outro. Porque uma noite tranquila não é igual a uma noite calma, um homem firme não é igual a um homem estável e uma luz brilhante não é igual a uma luz reluzente, porque a maneira como são usados em uma frase muda tudo.”

Porém acredito que o melhor do livro, e também o mais diferente, é a escrita de Tahereh Mafi. Fora os famosos trechos riscados, nesse livro (pelo menos não percebi no primeiro) ela usa muito de uma linguagem poética. Muitas frases, por exemplo, sem vírgula, o que repassa melhor ainda que estamos dentro da cabeça de Juliette. Em outros trechos, também, as palavras não estão como deveriam estar.
“Eu ofego

e

o mundo

d e s a  p  a   r   e   c    e”

O que mostra que ela está desmaiando. Achei genial, diferente, e aproxima muito o leitor da mente da narradora. Lindo, fabuloso.

É o segundo livro da trilogia, e todos que amam distopias, romances platônicos (e muito fofos), uma mocinha tão forte quanto frágil e uma trama que choca o leitor vão se apaixonar e render pelo enredo. Recomendo que compre logo “Estilhaça-me” e siga Juliette em sua busca por quem ela é até o final. É incrível!

Comentários
43 Comentários

43 comentários:

  1. Ainda não li Estilhaça-me, mas estou ansiosa pela série como um todo. Aparentemente a história evolui e autora também. Acho que isto é um ponto bem positivo.
    Além do mais, há todo este mistério e tensão presentes na trama de forma constante! Adoro.
    E simplesmente me encantei com este trecho que você citou. É bem poético e ao mesmo tempo incrivelmente inteligente (uma forma muito bacana de colocar o leitor "dentro" daquele contexto).
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li o primeiro livro, tenho ele mas rola o preconceito de ler algo e achar parecido com X-Men (como algumas pessoas falaram), A história parece que melhorou nessa continuação...pois pelo que falaram do primeiro (ao menos pelo que li) era uma história fraca.
    Não me recordo se será uma trilogia (ou não), mas não sei se tenho vontade de ler (até agora não terminei o primeiro...digo, sequer comecei!)...fora essa capa linda, né?

    ResponderExcluir
  3. Tb nao li o primeiro livro mas gostei da resenha e vao para minha lista!

    ResponderExcluir
  4. Como não li Estilhaça-me ainda, dei uma leve passada de olho nessa resenha, pra não ler algum espoiler do primeiro livro, fiquei feliz que tenha gostado desse segundo livro, a gente fica sempre apreensiva, porque tem a tal "maldição do segundo livro" que não aconteceu aqui, é muito bom quando a escrita da autora nos cativa e acho que foi exatamente isso que aconteceu, mal posso esperar pra começar a ler Estilhaça-me e emendar a leitura com Liberta-me, ótima resenha, bjão! :)

    ResponderExcluir
  5. Puxa, eu adoro esses triângulos, principalmente quando o vilão é cheio de ambiguidades e sentimentos. Mas não estou acompanhando a série - essa temática de poderes sobrenaturais não anda me atraindo muito. Quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  6. eu ainda não consegui ler estilhaça-me, só vi um quotes e folheei um pouco, mas ja da pra perceber que é um super livro! gostei bastante da capa do segundo volume, apesar de ser tão criticado por alguns fãs.
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Liberta-me é tão incrível e (apesar de só ter lido as primeiras 60 páginas) estou começando a crer que Liberta-me será muito melhor, devido às circunstâncias e acontecimentos. Adorei saber que o Warner (meu Deus, ele é terrivelmente atraente *-*) ganha destaque na obra. Depois que li Destrua-me, o e-book que conta o que aconteceu com ele após o último encontro impactante com a Juliette, confesso que me rendi ao líder do setor 45 do Restabelecimento. E não vejo a hora de ler o reencontro deles. A Juliette resiste mas os dois são super compatíveis e parecidos.

    P.S. Deu para perceber que quando se trata da Tahereh todo o meu fanatismo aflora rsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por avisar do spoiler, ainda não li o livro 1 mas lerei em breve.
    Confesso que tenho um pouco de medo da leitura, dizem que a Juliette mimimiza demais e nesse é que a coisa aumenta mesmo, eu não aguento personagem chato asism.
    Quero mesmo é conferir o Warner, dizem que ele é tudo de bom e tenho um fraco por vilões rsrsr
    Ah eu não curto isso na escrita, ja dei uma folheada no livro e achei frescurinha... Sem falar que escrita poetica me deixa com sono...
    Espeor ler em breve e que o 3 seja bom.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente eu ainda não li nenhum livro dessa série, porém a cada dia mais fico mais curiosa, rs. Quero muito ler os livros dela, parecem ser bem interessantes. Beijos,

    http://arimaciel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu não detesto triângulos amorosos, mas estou começando a ficar desgostosa com relação a eles, são sempre uma enrolação sem fim e nós descobrimos com quem ela vai ficar apenas no último volume, distopias também estão me dando nos nervos, porém eu sempre tive curiosidade com relação a essa.

    ResponderExcluir
  11. Confesso que me decepcionei muito em Estilhaça-me. Esperava muita coisa do livro, minhas expectativas não foram sanadas. Eu gostei do final do livro 1, me fez querer a continuação pra saber o que vai acontecer agora, sabendo que ela não é a única que tem poderes. Liberta-me parece que vai ser mais interessante. O ganhei numa promoção mais até agora não chegou.

    ResponderExcluir
  12. Acho uma doideira essa coisa que ela faz na hora de escrever que mostra o sentimentos. Quando ela fica afobada é tudo sem virgula, quando está com medo é tudo em pausa, esse tipo de coisas. É bem diferente não é? Confere um ar totalmente inovador na trama, aí sim fica legal. Parece que esse segundo é muito bom, estou doida por mais!

    ResponderExcluir
  13. Ainda nem li o primeiro mas me interessei para ler futuramente,pois agora já tenho muitos =D

    ResponderExcluir
  14. Tenho muita vontade de ler este livro, mas fico com receio de não gostar. Mas pelo que estou vendo na resenha até que vale a pena dar uma lida. Mais pra isso terei que ler o outro primeiro. Adorei ler a resenha e tirar minhas dúvidas sobre o livro e a autora. Gostei de saber que você o recomenda como uma ótima opção. Vou pensar com carinho. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Pamela, estou adorando a trama. A escrita da autora chega a ser até poética.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  16. Estou adorando os livros! Ainda não tive tempo de ler o segundo, porém estou louquinha para colocar minhas mãos nele! Só espero que seja tão bom quanto o primeiro.

    ResponderExcluir
  17. Adoro distopias, mas ainda não tenho certeza se irei ler ou não essa trilogia. Sua resenha foi bastante positiva, mas como já vi tbm várias resenhas criticando o livro (e principalmente a personagem Juliette) não sei se iria gostar ou não do livro. Vou pensar mais, talvez acabe comprando eles ;)

    ResponderExcluir
  18. Eu gosto muito de distopias, mas Estilhaça-me não faz o meu tipo, até mesmo porque não me interessei pela história - e parecer com X-Men - sei lá, não me identifiquei. Poderia até dar uma chance com esse segundo volume, mas só da editora ter feito essa besteira na capa - no terceiro livro eles vão dar um ZOOM nos olhos da modelo ¬¬ - eu deixou para um futuro distante. Enfim, que bom que gostou do livro :D

    Abraços, Joshua Guimarães
    Blog Pensamentos do Joshua - pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Consegui gostar ainda mais desse 2º volume do q de estilhaça-me! Achei muito bom e explicativo em muitos sentidos. É uma das primeiras resenhas positivas, além da minha, que leio e fico feliz por não ter sido a única a pensar no quanto a história rendeu e ficou ainda melhor! :)

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Não vejo a hora de começar a ler Estilhaça-me!!
    Achei muito legal essa linguagem que ela usa pra demostrar o que a Juliette tá sentido, acho que nunca li nada assim.

    ResponderExcluir
  21. Como ainda não li o primeiro livro da trilogia, preferi pular para os últimos parágrafos dessa resenha. Não sei como será minha relação com essa forma diferente de narrativa da autora, mas como já estou preparado, acho que essa experiência vai ser legal. Super curioso pra começar já!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  22. Já li a resenha desse segundo livro e do primeiro, gostei da história e do jeito que é contada,
    quero comprar os dois de uma vez para evitar tanto sofrimento com os finais, e esse desejo aumenta a cada nova resenha positiva que leio de ambos!

    ResponderExcluir
  23. Bom, como não li o primeiro livro, pulei uns pedacinhos da resenha HAHA.
    Enfim, ganhei os dois livros em um sorteio ( a mais sortuda! ), mas ainda não os li.
    Não tenho nenhum problema com triângulos amorosos, mas sempre gosto do cara que a mocinha chuta no final, tenho o dom pra isso.
    Estou bem curiosa com Estilhaça-me, talvez eu o passe na frente de outros livros que estava querendo ler

    ResponderExcluir
  24. Já li Estilhaça-me, li o conto Destrua-me e, quero muito ler Liberta-me. Não vejo a hora de comprá-lo e dá sequência nesta leitura que tanto me agrada... Você não quis dizer para quem torce mas eu sou Teem Warner... Se Juliette não querer tem quem queira... kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  25. Estou louca por esta trilogia. Estou me apaixonando por distopias e louca pra conhecer a história da Juliette, confesso que por parte por achar a protagonista parecida com a x-men vampira (minha personagem favorita).
    Quero muito essa série.

    ResponderExcluir
  26. Consegui Estilhaça-me numa troca essa semana e só estou esperando chegar para começar. Amei essa coisa das palavras riscadas e o texto de maneira diferente.

    ResponderExcluir
  27. Eu já tinha lido o primeiro capitulo de Estilhaça-me e fiquei pensando: "WOOOOOOOOOOLLL que livro maravilhoso, necessito urgente", mas acabei nem comprando ele porque na época eu estava um pouco "lisa" (Se é que me entende).
    Mas, agora com a resenha do livro 2, você me fez lembrar de como esse livro é maravilhoso e de como eu PRECISO ler OS DOIS urgentemente.
    Vou comprar o mais rápido possível.
    Resenha maravilhosa, parabéns.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  28. Ainda não li o primeiro livro, no entanto estou doida para fazê-lo, visto que simplesmente amo distopias, e pelo visto meu subconsciente é fissurado por trilogias, e já ouvi falar muito bem dessa série. Adorei o tipo de personalidade da personagem central, e gostaria de ter mais o que falar sobre o livro, no entanto meu conhecimento da obra é um tanto o quanto superficial. Adorei a escrita peculiar e diferente da autora, espero ler o livro em breve

    ResponderExcluir
  29. Estou com muita vontade de ler Estilhaça-me e Liberta-me, achei a sinopse bem interessante.
    Assim que puder fazer alguma compra espero comprar esses livros.


    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Olá Pamela!!
    Sabe aquela distopia que você está morrendo de curiosidade de ler...Pois então para mim é essa...
    Não pude ler o primeiro livro ainda e já li várias resenhas positivas sobre o livro, mas como tenho outras séries na frente e outras que tenho que completar ainda não pude comprar esta. Mas dei uma " espiadinha" na sua resenha, o que somente aumentou minha curiosidade!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  31. no primeiro livro, o fato de ter partes riscadas me encomodaram no começo, mas depois me acostumei :P
    acho esses detalhes que a autora utiliza no livro dela tão divertido, que, como você disse, nos faz entrar mais ainda na cabeça da personagem!
    quero muuuuito ler esta continuação *---*

    ResponderExcluir
  32. Já ouvi falar até demais sobre essa coleção e de fato nunca me interessei muito em lê-la afinal são tantos e tantos livros que você fica confusa, sempre lê algo não tão bom e dispensa obra primas, sem querer, é claro. O fato é que agora quero ele, quero a coleção! O psicológico de um personagem tratado na densidade certa é um presente. O que parece que me parece que a autora realmente tem muito a oferecer nesse aspecto. Mocinho vs vilões nunca são demais e são sempre bem vindos. Ótima resenha! :)

    ResponderExcluir
  33. Ainda não li ''Estilhaça-me'', mas tenho curiosidade e vontade em conhecer a escrita de Tahereh Mafi. E gostei de saber que a forma da escrita e a fonte fazem parecer que estamos dentro da cabeça da personagem. Gostei muito da sua resenha, pois já faz um tanto que quero começar essa trilogia.

    ResponderExcluir
  34. Essa resenha me deixou com mais vontade ainda de ler a trilogia. Imagino o quanto seja difícil para Juliette ser uma arma letal. Confesso que não gosto de triângulos amorosos, mas nunca se sabe né? Talvez o triângulo desse livro seja bem mais convidativo. Pretendo ler e gostar do vilão (porque sim, as vezes gosto dos vilões kk) :)

    ResponderExcluir
  35. Como não li o primeiro livro e tenho um curiosidade enorme com a serie, li a resenha meio capengando rsrs
    Adorei saber que a história da serie eh assim tão boa, e que o segundo livro não decepciona!
    Eu não sei o que pensar de triangulos amorosos.. depende muito dos personagens.. mas com certeza esse é um fato que me deixa curiosa com o livro rs

    Beeijinho. Dreeh
    Livros e tudo o que há de bom

    ResponderExcluir
  36. Ahhhhh, Pamela! Concordo com muito do que disse. Sua resenha retratou muito do que senti ao ler o livro; principalmente alguns trechos da Juliette, em que nos sentimos super próximos da personagem! Confesso que o meu preferido é o Warner, e torço muito pra que ele seja o escolhido. Ele é um "vilão" que encanta e deixa qualquer uma suspirando, sem dúvidas. Hahaha. Beijocas.

    ResponderExcluir
  37. Eu ainda não li Estilhaça-me apesar de já ter o livro em casa ;/ Mas já fiquei sabendo que nem o primeiro livro, nem Liberta-me deixa a desejar. Pelo que andei lendo de várias fofocas por ai já sei que o Warner é irresistível não é? Ao contrário de você eu adoro triângulos amorosos, acho tão charmoso, KKKKKKKKKKKKKKKK! Adoro tramas incríveis e sua resenha me deixou tão animada que estou pensando seriamente em começar logo a ler a série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Sou louca para ler Estilhaça-me. Como disse, ainda vou ler, por isso só li uma parte da sua resenha. O livro parece ser bom...
    Distópico, hein?
    Eu gosto.
    Beijos;

    http://vivianpitanca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Embora me interesse por distopias esse livro não me anima muito não!
    Mas quem sabe um dia?
    Beijos,
    Ana.

    ResponderExcluir
  40. Eu já tenho meu preferido, desde o primeiro livro já estava amando o Warner, aí li Destrua-me, depois Liberta-me e o Adam virou só um carinha sem graça e dramatico. Espero que ela termine junto com o Warner rsrs'

    A linguagem é mesmo poética, eu gosto da forma como ela vai narrando sem pontuação quando está desesperada e tal, genial!

    ResponderExcluir
  41. Ceile, adorei o primeiro livro, e estou ansiosa para saber o que aconteceu com Juliette! Bjs, Ale

    ResponderExcluir
  42. Ainda não li Estilhaça-me, mas fiquei bem curiosa agora, pra descobrir o que aconteceu no primeiro livro... E tenho uma queda por vilões, então acho que corro o risco de torcer pelo vilão nesse triângulo. hahahaha
    Ou não. só lendo pra saber.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.