[Resenha+Promo] A Lista do Nunca - Koethi Zan

Histórias de cárcere e violência contra mulher sempre me sensibilizam, mas A Lista do Nunca me deixou tensa, apreensiva e com medo. Fui sugada para a história e me vi, muitas vezes, prendendo a respiração, tamanho o impacto que a história me causou.

Depois de um acidente que matou a mãe de Jennifer, Sarah e ela criaram a Lista do Nunca. Elas tinham apenas 10 anos na época, mas queriam se manter seguras e longe de qualquer possibilidade que as pusesse em risco. Nesta lista, elas enumeram todas as coisas a serem evitadas - digo, coisas que NUNCA devem fazer. Nunca pegue carona; Nunca grite "SOCORRO". Grite "FOGO". As pessoas são covardes; Nunca entre em pânico. Até que um dia elas entram em um táxi. Táxi de uma empresa que elas confiam, mas, por falta de atenção, não viram que não era um táxi. Elas foram sequestradas e mantidas em um porão junto de outras duas meninas, onde ficam por três anos, até conseguir fugir.

"Para nós, não existia essa coisa chamada destino. Destino era uma palavra que as pessoas usavam quando não estavam preparadas, quando eram negligentes, quando paravam de prestar atenção. Destino era uma muleta para os fracos."

10 anos depois, Jack - o sequestrador -, está prestes a ter sua condicional julgada e corre o risco de ser solto e é quando Sarah resolve ir atrás de possíveis pistas deixadas por ele para poder provar que ele assassinou sua amiga, Jennifer. Ele, até então, só responde por cárcere, uma vez que não encontraram o corpo dela, mas a protagonista tem certeza da morte. Nesta jornada, tudo será colocado à prova novamente. Sarah desenterrará - literalmente - seus medos.

Não há como ler esta história e ficar alheia aos casos semelhantes que já foram noticiados - descobertos após anos e anos do rapto (veja esta matéria da Mundo Estranho para ter uma ideia). Sempre fiquei chocada ao ler notícias do tipo e tentava imaginar como estas meninas/mulheres viviam, afinal, é muito tempo sem contato com o mundo externo. Como alguém é tirado da própria vida? A que ponto a pessoa pode chegar no desespero para recuperar o que é seu? Além de tudo, como é viver sob constantes abusos e ser, o tempo todo, refém de um psicopata? A Lista do Nunca traz estas respostas e vai além: como é retomar a vida depois de um trauma tão grande assim?

De início, achei que acompanharia algo linear e constante, narrando do sequestro ao desfecho, mas a autora soube inserir o passado nesta história predominantemente narrada no presente de forma que ambos fossem instigantes. Acontece que o terror está presente nos dois momentos, então digamos que temos um thriller duplo! Agonia. Agonia. Agonia.

Não sei, eu relacionei o livro com Jogos Mortais, mas não tão sanguinário, eu digo mais pela pressão psicológica que os personagens sofrem e pelo que parece um jogo - seguir pistas, prever jogadas e, consequentemente, ser observada e estudada. Como no filme, existem outras peças a serem manipuladas pelo jogador e são dignas de destaque como a co-protagonista Tracy, uma das vítimas e "companheira de porão" de Sarah e o antagonista (que pode ser mais de uma pessoa, mas não vou falar. HÁ!). Era realmente como se tivesse alguém observando de fora e a protagonista fosse ser surpreendida a qualquer momento. Uma coisa interessante é que não temos a participação - física - do sequestrador no presente, até porque ele está preso, mas ele é quase onipresente, já que foi o responsável por tamanha barbárie. O medo dela passou a ser meu também e me vi presa dentro dela, sofrendo tudo que ela sofria. Obviamente, provocar estes sentimentos ruins no leitor é uma prova que a autora foi feliz na arquitetação do suspense e na sua condução. Este livro guarda uma das piores cenas que já "vivi" na literatura (ou, se você preferir, já li) e seria spoiler comentar, mas ela está lá perto do final quando narra um dos momentos que mais aguardei.

"Em um dia bom, ele simplesmente fazia o que queria com nosso corpo. E podíamos morder o lábio ou gritar ou fazer o que fosse preciso para suportar a dor e humilhação.
Em um dia ruim, ele falava."

A Lista do Nunca mostra que não há tempo para reflexão quando estamos em uma situação extrema, mesmo que Sarah seja extremamente racional, é possível ser tomada pelo medo e deixar transparecer suas maiores fraquezas. Eu diria que este livro traz o ser humano da forma mais crua possível - onde os instintos se sobressaem à razão.

É, este livro realmente mexeu MUITO comigo e indico a leitura não só para quem gosta do gênero - afinal, eu pouco leio thrillers (sou muito medrosa) e é bom ser surpreendida com uma história assim (só a história, ok? Deus me livre ser surpreendida por um psicopata como do livro).  

Sorteio do livro
Quer concorrer a um exemplar deste livro? Preencha o Rafflecopter abaixo e boa sorte! A primeira entrada é livre e, para mais chances, preencha as demais opções.

a Rafflecopter giveaway

Comentários
60 Comentários

60 comentários:

  1. Jack - o sequestrador...já tava pensando que era o estripador. XD
    Meu, que livro pesado, hein?!?
    História tensa e...como posso dizer? Dura? Sangrenta? Ah, não tem palavra...
    Gostei de jogos mortais, assisti todos da série mas nunca li algo semelhante ou tão sanguinário quanto...apesar do peso emocional que o livro possui acho que o leria de boa.

    ResponderExcluir
  2. Realmente o livro traz um tema forte e eletrizante. Não gostaria de estar na pele delas. Os horrores que viveram e presenciaram... Prisão é pouco pra um safado como esse. Vou ver se tenho coragem pra ler esta história, pois quero saber se a personagem consegue provar a culpa desse safado na morte da amiga. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. como vc diz é bom só se encontrar com um personagem assim nos livros que na vida real é de ter medo! e é bom quando um livro nos prende tanto a atenção que nos sentimos parte dele, como personagens!

    ResponderExcluir
  4. Ceile,
    Pela resenha consegui ter certeza da tensão trazida por este livro. Vi ele em uma livraria e pensei em trazê-lo pra casa, gosto de Thriller, mas esse parece ir mais além...
    Fiquei curiosa e tensa só de ler sua resenha! rs
    Também sou medrosa... heheheheh
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Me parece que esse livro tem uma carga de tensão altíssima durante toda a narrativa. Deve ser extremamente complicado viver com todo esse medo após essa experiência traumática. Acho que essa trama é, no mínimo, perturbadora.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Esse livro realmente muito bom, li ele em um ou dois dias e achei magnífico. Essa estória perturbadora e a tensão durante a narrativa é muito intensa. A irregularidade no tempo é algo que eu achei diferente e muito interessante, deixou a leitura mais fluente. Já li o livro, mas li em ebook, queria muito ter ele na prateleira para lê-lo novamente.

    ResponderExcluir
  7. Eu vi algumas resenhas positivas sobre esse livro e me parece ser beeeem difícil de engolir :S
    Eu nunca li um thriller, mas me parece ser um gênero que eu possa gostar *-*
    Adorei a resenha, e estou participando para ganhar :D
    amandinhaz_dutra@hotmail.com

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Nossa, antes de ler um livro como esse acho que eu teria que me preparar psicologicamente, pois sempre que eu vejo documentários ou leio matérias sobre casos como esse eu me sinto mal, imagina se eu lesse o dia a dia dessas personagens. Mesmo assim tenho curiosidade de lê-lo. Adorei aresenha!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, achei o livro instigante e ao mesmo tempo pesado. Fiquei tensa só de ler a resenha.
    Não vejo a hora de conseguir lê-lo inteiro

    ResponderExcluir
  10. Nossa achei esse livro incrível, é muito bom quando a autora consegue nos prender e poxa eu gosto muito de livros que retratem temas delicados que estão bem presentes no nosso mundo, A lista do nunca deve ser uma história bem agonizante, mas que fiquei com muita vontade de ler!! Beijos!

    http://meudiariojk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Caraca!! Achei totalmente punk!!
    Ou seja, do jeito que amo!!
    Eu vi esse livro na livraria, me chamou muito a atenção!! Ainda bem que eu estava sem meu cartão, rsrs.
    Ai Ceile, amei a resenha!! Quero ser mexida assim como você foi!

    É muito bom conhecer um novo psicopata!! Só não é bom quando o psicopata conhece você!
    rsrsrs

    Bjkassssss

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Primeiro, Preciso desse livro.
    E UAU! que história, faz tempo não acompanho trillers, mas sou muito fã do gênero, verdadeiramente apaixonado pelo estilo. E hoje em dia é dificil encontrarmos história desse tipo, verdadeiramente interessantes, bem escritas e boas de fato. Vemos coisas muito débil, mas esse verdadeiramente foi... tipo... eu nunca li algo assim... preciso ler este livro.
    Uma baita resenha, meus parabéns!
    E Quero esse livro.

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro ler thrillers! Esse é um dos que mais me interessam do gênero.
    Fico imaginando como que seria essa história toda do sequestro e como que tudo acontece depois. Eu vou dar uma olhada na matéria do Mundo Estranho!

    ResponderExcluir
  14. Eu curto livros do gênero e a premissa desse livro me lembrou muito os filmes de suspense.
    É aquele tipo de livro que mexe com o psicológico do leitor de alguma forma.
    Gostei. Não conhecia, mas vou colocar na minha listinha.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nunca li um livro com este gênero, mas agora me deu uma curiosidade tão grande...
    A sua resenha mexeu um pouco com a minha pessoa, foi uma renha forte, só pro ela, já deu para perceber que o livro é bem pesado, v endo que pelas coisas que são citadas nele, pelos acontecimentos ocorridos com as personagens, por tudo no livro acho que vale a pena ler o mesmo...
    ÓTIMA RESENHA, Ceile.
    Bjs.
    =D.

    ResponderExcluir
  16. Estou super querendo! Se não ganhar a promo vou acabar não aguentando e vou atacar uma livraria :c

    Beijão! (♥)
    www.enfimepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. pelo visto é daqueles que eu pego e não largo antes do ponto final.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Muitas agonias nesse livro... Eu queria tanto ler ele.
    Livros que tenha messe tema de sequestro de forma bem real sempre me chamam muita atenção, principalmente quando a história foca muito também no que acontece depois de tudo acontecer.

    ResponderExcluir
  19. O livro parece ser ótimo, já quero ele!

    ResponderExcluir
  20. Nossa, amei sua resenha e fiquei com uma vontade enorme de ler esse livro! Amo suspenses, terror e thrillers desses que mexem com o nosso psicológico. Acho que essa vai ser uma boa leitura.
    A história me lembrou um pouco aquele sequestro em Cleveland, mas como você disse, a história pode nos remeter a outros casos que realmente aconteceram... infelizmente vivemos num mundo louco onde a realidade e a ficção vez ou outra se cruzam.
    Bom, vou participar também da promoção, se não ganhar já terei o título na listinha de "vou comprar" em breve,rs.

    ResponderExcluir
  21. Tenho lido muitos livros perturbadores, mas cada vez tenho mais vontade de me atirar em leituras profundas. Esse parece ser mais um deles, com uma temática que promete prender o leitor da primeira à última página. Quero muito!

    ResponderExcluir
  22. Que livro instigador, confesso que fiquei curiosa em relação a ele. Depois de ler o que você escreveu entrei em desespero para tê-lo. Necessito urgente *-*

    ResponderExcluir
  23. Só pela premissa já tive vontade de ler esse livro! E pela sua resenha, parece ser muito. Eu também sou muito medrosa, e quase não thrillers. Mas esse já tinha chamado a minha atenção desde a primeira vez que li a sinopse Parece ser um suspense psicológico de tirar o fôlego, quero ler para acompanhar essa história da Sarah.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Nossa, esse livro parece ser bem tenso!
    Também não gostou muito de ler thrillers porque sou bem medrosa, mas achei a trama bem interessante. Fico feliz que não seja parecido com Jogos mortais em relação a parte sanguinolenta =X

    ResponderExcluir
  25. Simplesmente emocionante. Fiquei empolgado em lê-lo e para minha surpresa, eu me peguei prendendo a respiração lendo a resenha. Vou adicioná-lo a lista de desejados agora mesmo.

    ResponderExcluir
  26. Não tinha conhecido sobre este livro. Fiquei empolgada para lê-lo pela sua resenha, fiquei sem fôlego lendo como você descreveu a sensação presenciada no livro. Adorei, fiquei com vontade de lê-lo. Vou participar do sorteio, quem sabe. Né? rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. parece ser um livro muito forte e emocionante, e sabe, eu gosto de livros assim hahaha
    não conhecia este ainda, mas parece ser muito bom!
    sou muito de julgar pela capa, e, apesar de achar essa bem sem graça, o livro parece ser bem diferente :P

    ResponderExcluir
  28. Nossa, é um livro muito tenso, realmente é a ficção que se mistura com a realidade de muitos casos que já vimos nos noticiários! Lendo a resenha fiquei totalmente envolvida com a historia, com todos os abusos que a protagonista sofreu e por tudo que ela ainda vai passar pra tentar provar que o sequestrador foi quem matou a amiga! Com certeza vou ler esse livro, depois de ter lido essa excelente resenha! :)

    ResponderExcluir
  29. Mtas resenhas boas desse livro, e assim como vc, tb não sou fã de thrillers, mas agora deu vontade de ler.

    Bj
    Van
    bookistheanswer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Eita que o livro é forte. Ainda não conhecia o livro mais fiquei com muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  31. Que resenha de tirar o fôlego! Parece um livro eletrizante, a história me chamou muita atenção. Também fico me perguntando como deve ser viver tanto tempo sem contato com o mundo externo. Uma vez disse no meu blog que eu enlouqueceria. T.T
    Só não curti muito a capa do livro, mas a história com certeza deve ser ótima!
    XOXO

    ResponderExcluir
  32. Não conhecia o livro, maas agora quero muito ter o prazer de conhecer, gosto muito de leituras assim que mexem com a gente.
    É tão bom quanto um autor é feliz escrevendo suspense, e consegue levar a história sempre no mesmo nível, sem se perder no meio do caminho, com certeza vou ler, quando, ainda não sei...

    ResponderExcluir
  33. Adorei o livro. Sem mais palavras, adorei a resenha e a história é totalmente envolvente. Realmente de parabéns!

    ResponderExcluir
  34. Caramba, que livro tenso! Imagino como deve ser horrível viver tanto tempo presa e sofrendo abusos. Me interessei muito pelo livro e vou procurá-lo para ler.

    ResponderExcluir
  35. Vi muitas pessoas falando bem sobre esse livro e eu to bem ansioso para ler algo nesse estilo mais pesado, sua resenha foi muito bem feita e só de ler a resenha já tive um arrepio, imagina lendo? AUSAHSAUH

    ResponderExcluir
  36. Nossa, que tenso! Porém, adoro esse gênero e fiquei interessada demais nesse livro...não o conhecia, mas parece ser muito intrigante e comovente. Sua resenha ficou bem legal e espero poder lê-lo um dia.

    ResponderExcluir
  37. nossa!!!! parece ser muito bom esse livro!!!!!!gosto muito desse tipo de literatura!!!!

    ResponderExcluir
  38. Nossa que estória forte,ficar tão traumatizada a ponto de fazer uma lista do nunca,realmente é horrível saber que existem histórias reais desse tipo, ainda mais quando é com crianças,adorei esse livro e fiquei curiosa a respeito.

    ResponderExcluir
  39. Eu sou fã dde trillers, e esse parece ser super tenso. Muito sugestivo que as meninas depois de um grande trauma tenham tentado se manter seguras e prevenidas contra imprevistos, mas já ddiziam os antigos "O homem põe e Deus dispõe", não dá para se manter seguro e viver é muito perigoso. quero muito ler.

    ResponderExcluir
  40. Olá, Ceile! Confesso que sua resenha me deixou até sem fôlego; já sinto meu coração ficando apertado, apertado, apertado... pois a história realmente aparenta ser super intensa e me dói imaginar o quão terrível seria vivenciar algo assim. Sarah me mostra a imagem de uma personagem realmente forte, e eu estou super curiosa pra descobrir o desfecho dessa história. Adorei a indicação, adorei. Beijocas.

    ResponderExcluir
  41. Assim... Eu não tenho coragem de ler esse tipo de livro não, eu sou tão medrosa que só lendo a resenha me deu até um pouco de falta de ar e olhe que não é exagero não viu! Esse é um tema que mexe muito e se eu lesse eu acho que ficaria meio paranoica, melhor não!

    ResponderExcluir
  42. Adorei a resenha, pois tenho expectativas muito altas com relação a esse livro.
    Suspense/terror psicológico é um dos meus gêneros favoritos. Me causa uma sensação diferente, assim, se torna uma leitura mais prazerosa - mesmo que seja num tema super pesado e horrível.
    Esse livro me lembrou o ótimo No Escuro, por intercalar 2 tempos diferentes mas igualmente agoniantes.

    ResponderExcluir
  43. Eu não poderei ler esse livro NUNCA. Ainda hoje acordei cheia de medo só porque as minhas janelas batiam sozinhas com o vento. Nem dormi direito, agora pensa se eu tivesse lido esse livro :S eu sou medrosa mesmo...
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  44. Confesso que fiquei curiosa com esse livro, maas sou um pouco medrosa ! hahaha

    ResponderExcluir
  45. Uau, fiquei realmente super curiosa pra ler esse livro, pela resenha parece ser eletrizante e envolvente.

    ResponderExcluir
  46. Nossa!!! eu adorei,parece ser um daqueles livros que prende sua atenção ate o fim.
    Espero que eu seja sorteada :)

    ResponderExcluir
  47. Não sei por que livros assim me atraem… eu sofro horrores, paro a leitura, mas não consigo deixar de ler… Sou consumida pelas páginas e fico atemorizada!
    Lembrei do psicopata de Identidade Roubada e do medo que senti ao ler o livro!
    Imagino o sofrimento e a dor dessas meninas, já traumatizadas e agora sequestradas. O que acontecerá depois? Como será a fuga do cativeiro? Quais as sequelas dessa experiência terrível? Livros assim me dão até pesadelos, mas não consigo fugir deles. Na minha lista de desejados, com certeza!

    ResponderExcluir
  48. Pelo que entendi este livro mostra tamanha tensão! São assuntos delicados mais que vemos frequentemente nos jornais ou as denúncias feitas nas cidades! Esse livro me atraiu com certeza e adoraria tê-lo em minha estante e lê-lo com bastante fervor!

    ResponderExcluir
  49. Parece pesado, maseu quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  50. UAU! Esse livro deve ser maravilhoso!!
    Calma ai, eu amo livro de terror, ainda mais se for suspense e terror juntos!
    Adorei a resenha ♥
    bjs.

    ResponderExcluir
  51. A sua resenha já transmite uma tensão terrível e isso demonstra como o livro deve ser bom e como a sua resenha me prendeu. Estou com um peso no peito até agora. Apesar de sabermos que esse tipo de violência acontece sempre, é tão terrível, é tão macabro ter uma história perto de você, parece que é com alguém que você conhece.
    Sua resenha foi tão envolvente que agora vou ter que ler esse livro, senão a história não sai da minha cabeça.

    ResponderExcluir
  52. Ai minha nossa, já vi que vou chorar muito nesse livro imaginado tudo que elas passaram, além de ficar apreensiva e com medo... Quero muito ler.. Amei sua resenha, está ótima, nos deixou com gostinho de quero mais ....

    Participando..espero ganhar!!
    Seguidora GFC: Lininha
    Seguidora Face: Aline Costa
    Email: aline.menininhadedeus@gmail.com

    ResponderExcluir
  53. Eu gosto muito de livros assim são meus preferidos e com certeza esse vai mexer comigo, fiquei bem curiosa com essa parte que acontece no final, agora vou ter que comprar esse livro rápido, já está na minha longa lista de urgentes.

    ResponderExcluir
  54. Gostei da resenha, esse livro parece ser bem legal fiquei curiosa para ler ele.

    Blog:momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  55. Tremendo rosana com essa resenha. Gente, curiosidade me corroendo '-'
    Gosto bastante de trillers de suspense e bem desenvolvidos, o que me parece ser o caso do livro por conta do falado na resenha. Necessito!

    @musashi_kah

    ResponderExcluir
  56. Nunca li nenhum livro desse gênero. O único livro de terror que eu li foi Carrie, a Estranha, mas esmo assim não tem como comparar, já que A Lista do Nunca trata de um assunto meio "diário", uma coisa que todo mundo sabe que acontece, mas que preferem não falar nada.
    To participando da promoção, gostei bastante dessa sua resenha. :D

    ResponderExcluir
  57. Eu não costumo ler thrillers, sou muito medrosa e acabo me envolvendo demais na história, quando se trata de algo tão real. Infelizmente não é pura fantasia, e se colocar no lugar das vítimas acaba sendo inevitável.
    Só de ler sua resenha já fiquei receosa, e também bastante curiosa, pois pude perceber que essa história é daquelas que nos abalam até a alma.
    Resenha muito bem escrita, você conseguiu transmitir seus sentimentos em relação ao livro, espero ter a chance e coragem de um dia lê-lo.

    Bojs!

    ResponderExcluir
  58. OMG!!!!!!!!!!
    Morri!!! Feliz demais da conta!!!!!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.