MMV: A Cabana - William P. Young

Você ainda não sabe o que é MMV? Pfvr, leia este post - com certeza você tem pelo menos um e vai me entender!

Se querem saber, só quis escrever "Precisamos falar sobre livros que mudam a vida" para poder falar deste livro. Como sei que muita gente não gostou, abandonou (são 9.350 abandonos no Skoob - tudo bem que quase 100 mil pessoas marcaram como lido...), nem quis chegar perto, enfim, eu quis "amaciar" para poder me justificar e falar dele aqui. Ele foi, de fato, um marco na minha vida, não somente pela história que carrega, pelo momento que li ou por quem me presenteou. Este MMV não é um conjunto de fatores, é só o livro. Só A CABANA. A pessoa que me deu (se tiver lendo isso) é especial e se tornou ainda mais depois que eu li, mas isso não influenciou no valor sentimental da obra (mesmo que meu exemplar seja intransferível, pois além DELE ter a história que li, tem dedicatória s2). O que quero dizer é que eu poderia ter adquirido o livro num saldão da Fnac (aka baciada) ou para inteirar a compra no Submarino e não pagar frete: ele ainda assim seria um MMV.

Tenham paciência comigo, estou abrindo meu coração (ao menos tentando).

A história - superficialmente - é um suspense policial com drama, pois fala sobre o rapto de uma criança, as investigações que levam para lugar nenhum e a desolação da família. Isso, por si só, seria suficiente para me prender (e talvez me deixar neurótica - coisa de mãe), mas o pai da Missy (a sumida) recebe um recado assinado por Deus (sim!) marcando um encontro com ele. É aí que tudo mudou: EU fui para a cabana junto de Mack. Não gosto de pensar nesta história como ficção, pois ela é tão real pra mim! E isso tem tudo a ver com a visão que tenho de Deus e tudo que envolve a fé. Não sou religiosa - não vamos entrar em detalhes, mas tenho tantas divergências que preferi me manter longe de religião e, assim, me aproximei de Deus. Ele, direto, sem escalas ou intermediários.

A Cabana foi um verdadeiro divisor de águas na minha vida. É como se a história me encorajasse a largar tantas coisas que eu mantinha quase por obrigação e, de certa forma, esclareceu tantas outras. Se é verdade ou não, nunca - em vida - saberei, mas encaixou perfeitamente com meus pensamentos e, sobretudo, a minha fé.

P.S.¹ Não acho que resenhas no Skoob, notas, minha opinião ou qualquer outra coisa seja parâmetro para vocês decidirem (ou não) pela leitura. Este é daqueles livros que só lendo para ter uma opinião. Veja bem, eu nunca leria este livro se fosse pelas indicações. Ele não faz meu tipo. Mas ele é meu primeiro MMV.

P.S.² O livro Deus é meu camarada tem uma abordagem diferente de A Cabana, é mais irônico e divertido, mas também me arrancou muitas lágrimas e tem um lugar especial no meu coração. Este sim indico sem medo de que vocês possam não gostar - ele é incrível e não tem a menor intenção de "converter" os leitores (mesmo que eu também não tenha sentido isso com A Cabana).

Comentários
24 Comentários

24 comentários:

  1. Rapaz, tenho um certa curiosidade com esse livro pelo fato de tanta gente amar e odiar ele.
    Por ter religião no meio (eu não tenho religião), sempre fiquei com os dois pés atras. Detesto livros e filmes q ficam pregando e tentando me converter (já tenho gente fazendo isso na vida real demais).
    Acho a capa dele extremamente linda, pois lembra outro livro q eu amo, "a passagem".
    Talvez eu tente ler esse danado qualquer hora dessas e ver esse deus do qual vc falou.

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro e recentemente li o livro A Travessia do mesmo autor e, diferente de muitos, o livro não mudou minha vida...não sei se passou algo batido na história que não tocou meu coração ou se tenho um coração de pedra ou algo do tipo, pra mim foi só mais um livro...
    Não sou muito fã de religião, acredito em Deus mas sei lá, difícil dizer essas coisas...

    ResponderExcluir
  3. Ei li esse livro e me apaixonei, sempre o recomendo quando me perguntam se gostei ou não, se vale a pena comprar ou não. Também tenho esse sentimento de que mudou minha vida totalmente, mudou meu jeito de enxergar os fatos, as coisas e principalmente Deus. Simplesmente amei S2

    ResponderExcluir
  4. tenho esse livro e sou apaixonada pela história. É envolvente e tem uma mensagem linda, que nos faz refletir e pensar. Sua resenha me deixou com vontade de ler novamente. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li, comecei a ler mas não passei do primeiro parágrafo, não sei porque. Dai não terminei, mas não o abandonei, sei que vou ler, só não vai ser agora.
    Ele parece muito profundo! Creio que isso o define, não ao todo, mas em algo.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro esse livro, é muito bom.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Você não tem ideia de como esse livro me perturbou na primeira vez em que li. Quando vi aquele Papai tão diferente do que normalmente somos acostumados a imaginar, rodopiando com o Mack em seus braços e curando as feridas de um homem tão amargurado, fiquei profundamente tocada e rolei horas em minha cama pensando no que li. Acho que o maior erro das pessoas e achar que o livro foi escrito para falar de religião. Na verdade, ele foi escrito para falar de relacionamento, de uma espécie de Amor muito maior que se pode viver com Deus e com os que estão ao nosso redor. A cena em que o Mack deita no cais para olhar as estrelas com Jesus é uma das coisas mais lindas que já li. Recomendo demais.

    ResponderExcluir
  8. Olá Ceile!
    Que bom que o livro te fez tão bem assim, é ótimo quando esses livros mudam nossa vida!
    Infelizmente, comecei a ler esse livro, mas não consegui terminar. Não faz meu estilo de leitura.
    Mas adorei sua resenha :)
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho esse livro faz muito anos e nunca tive interesse em ler, inclusive está na minha estante de trocas no Skoob, mas fiquei curioso em ler por conta da sua abordagem. Realmente ele possui muitas críticas, mas também foi um livro que em toda esquina tinha uma pessoa lendo.
    Acho que vou dar uma chance e quem sabe seja um livro que eu goste muito.

    ResponderExcluir
  10. Eu já vi esse livro em casa, minha mãe e vó leram, mas confesso que nunca tive qualquer interesse em ler, provavelmente por não fazer o meu gênero. Não vou dizer que nunca vou ler, mas não será uma prioridade.
    Adorei a resenha e a sinceridade dela.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  11. foi o primeiro livro que li e me fez chorar desesperadamente!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Li esses livros há uns 4 anos e na época, ele me causou o mesmo que causou em você. Mas quando fui pegar para ler de novo, ano passado, foi diferente, sabe? Eu não senti mais aquela emoção de novo. Então eu acho que o efeito de qualquer leitura sobre nós depende do nosso momento.
    Um drama não irá nos afetar tanto quando estamos muito felizes em relação a quando estamos sensíveis e triste. Então é realmente coisa do momento, do que você acredita, o que você pensa... E se você ler daqui a uns anos, em outro contexto, sua percepção será outra.

    ResponderExcluir
  13. Eu já li "A Cabana", mas confesso que esse livro não me tocou. Não sei explicar bem o que aconteceu, talvez seja pela questão de ter um ritmo mais lento dos que geralmente gosto de ler. A trama em si também não me agradou. Enfim, quem sabe se eu o ler novamente, a coisa mude, né?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. A fama desse livro é muito grande, eu já ouvi falar tanta coisa que não sei se ele entraria na minha lista. Com relação a religiosidade eu também não me considero adepta a uma religião.

    ResponderExcluir
  15. Já li este livro, logo no comecinho que ele ficou bem famoso e tal. Li ele, e tinha gostado da historia. A proposta do livro em si é bem boa, mas não acho que algumas pessoas veja Deus como o livro relata. Enfim...não vem ao caso. O ponto é que se eu lê-se hoje em dia, eu leria com outra cabeça e acho que a historiaa iria mudar na minha visão, sei lá.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Tenho curiosidade sobre esse livro, algumas pessoas que eu conheço já o leram e também disseram que ele é bem impactante e reflexivo, quem sabe daqui um tempo não dou oportunidade a ele...

    ResponderExcluir
  17. "A Cabana" foi um livro marcante em minha vida também!
    Ele me ajudou a me sentir e entender melhor quem é Deus. A Trindade.
    Ele não prega uma religião, e mostra o amor de Deus para com nós, como ele nos transforma. Como ele nos faz ver coisas nunca vista. É uma opinião particular, pois foi verdadeiramente isso que eu vivi.
    Gosto do livro, e como mesmo dissse, só tem uma opinião "meio concreta" sobre ele quando se mergulha nas páginas!

    Belissímo!

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Acho coragem de minha parte revelar: não renho religião e nem acredito em Deus. Por isso, mesmo meu pai tendo esse livro (ele é evangélico muito Cristão), não tenho a mínima vontade de ler esse super best-seller.
    Não tenho preconceito algum, apenas não quero uma leitura que não irá me agradar já que envolve algo que não acredito.
    Mas se foi uma experiência ótima para você, que mudou sua vida, isso que importa, pelo menos mudou positivamente, sempre bom isso!

    ResponderExcluir
  19. Li há alguns anos e senti um enorme nó na garganta, realmente um livro que nos deixa reflexivos e não há como descrever o que é sentido, pelo menos no meu caso, enfim a única coisa sensata é indicar como leitura obrigatória no mundo da literatura, independente de religiões.

    ResponderExcluir
  20. Nossa, que post lindo. Já tentei ler A Cabana, porém abandonei. Depois desse post vou ver se consigo ler todo. Achei muito legal a forma que o livro te tocou e aproximou mais você de Deus.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Olá Ceile,

    eu peguei emprestado e li só uma parte, mas a moça ia viajar e pediu o livro de volta. Sempre penso no livro com carinho, mas nunca o comprei de novo. Após ler esse seu post tão intenso, decidi comprar nesse natal. Adorei seu blog!

    Abraços,
    Thamara Laila
    www.thamaralaila.com.br

    ResponderExcluir
  23. Não tinha reparado que este livro tinha tantos abandonos assim, fiquei impressionada, pois assim como você gostei muito do livro. A leitura pode não ser tão acelerada como muitos talvez prefiram, mas é um enredo que me seduziu totalmente,
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  24. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Deixe sua opinão ;)

Comentários ofensivos serão excluídos.
Caso tenha um blog, deixe o link no final do comentário.